Tratamento Contra Berne: Saiba Como Tratar e Evitar o Contágio

Canal Cura Verde

Rate this post

Se você costuma ter contato com o campo e animais, certamente já ouviu falar em berne ou em Tratamento Contra Berne. Principalmente, se você lida com gado ou tem cachorro.

Mas você sabia que nós também podemos contrair berne? Para você que nunca ouviu falar nisso, berne é uma infecção larval cutânea transmitida por parasitas que se alojam fora do corpo do seu hospedeiro.

Normalmente, o berne acomete animais mamíferos, de sangue quente, incluindo o ser humano.  No entanto, a sua incidência é mais comum em ambientes rurais úmidos, onde há vegetação abundante, como chácaras, sítios ou fazendas.

Apesar de muito comum, raramente iremos encontrar uma infestação de berne em ambientes essencialmente urbanos.

Mas, se você esteve no campo recentemente, e apresenta sintomas como coceira intensa e lesões na pele como furúnculos, isso pode indicar a presença deste parasita.

Porém, não há motivos para se preocupar, o Tratamento Contra Berne é simples, e sua recuperação imediata. O importante é logo procurar um médico para identificar o problema e receitar o melhor remédio.

Neste artigo, vamos explicar o que é o berne, como é transmitido, suas causas e seus sintomas. Em seguida, vamos indicar o Melhor Tratamento Contra Berne e o que fazer em caso de prevenção.

Afinal, o que é Berne?

Tratamento Contra a Berne

A berne é uma infecção causada pelo estágio larval de insetos como a mosca varejeira ou berneira (Dermatobia hominis), um inseto díptero de abdômen metálico. A doença se instala fora do corpo do seu hospedeiro (ectoparasitose) e se desenvolve no tecido subcutâneo, ou seja, embaixo da pele do animal ou da pessoa.

A larva da berne é transmitida por qualquer tipo de mosca vetor ou gestora dos ovos, que pode ser hematófaga (sugadora de sangue) ou até lambedora (como a mosca doméstica).

Geralmente, a infecção por berne é confundida com a “bicheira” ou miíase (proliferação de larvas de mosca em tecido vivo), mas a berne é diferente.

A “bicheira” se dá quando qualquer inseto voador deposita ovos em uma ferida exposta que se transformam em várias larvas que vão se alimentando de tecido vivo, formando buracos sob a pele.

No caso da berne, apenas uma larva é depositada de cada vez, mesmo sem a presença de feridas, e ali ela se desenvolve no local onde penetrou e não se espalha pelo corpo.

Como se Transmite a Berne?

A expectativa de vida da mosca berneira é de apenas 24 horas, ou seja, ela tem apenas um dia para conseguir se reproduzir e depositar seus ovos. No entanto, em estágio adulto não precisam se alimentar, pois elas possuem o que chamamos de “vida livre”.

O perigo está em suas crias, que assim que atingem o estágio de pupa ou crisálida (entre a fase larval e a vida adulta), precisam encontrar seus parceiros sexuais para procriar antes de morrer.

Assim, para perpetuar a espécie, elas saem em busca de outras moscas, e depositam seus ovos nelas para que estas completem o ciclo ao pousar em um outro animal.

As fêmeas capturam os insetos foréticos em pleno voo para depositar seus ovos. A forésia é um tipo de comensalismo onde há uma relação sem prejuízo para ambos os insetos.

Normalmente, a mosca berneira deposita vários ovos durante o voo, em espécie de cacho, sobre a mosca veiculadora. Uma mosca berneira ou varejeira pode botar até 800 ovos durante a sua vida adulta (entre 15 e 20 em cada inseto forético).

Leia Também ↓↓: 

Após 6 dias esses ovos se transformam nas “larvas”, e assim essa outra mosca sai em busca de um animal mamífero para depositar a larva em seu corpo, mais precisamente no tecido subcutâneo. Por isso, é comum ocorrer a berne mesmo em locais onde não há moscas varejeiras.

Como a Berne Entra em Contato com a Pele da Vítima

Transmissão da Berne

Ao se aproximarem da vítima, as larvas são atraídas pelo calor, gás carbônico e odores da pele. Ao pousar sobre o animal, a mosca deposita uma larva de cada vez, que cria uma perfuração na pele e penetra no corpo para se desenvolver.

Essa única larva se desenvolve dentro do tecido, fazendo uma espécie de “casulo” sob a pele. Ali ela se alimenta de sangue e de tecido vivo e respira pelo orifício aberto na pele por onde entrou através do seu espiráculo, visível a olho nu, enquanto o restante do corpo dela fica imerso na pele.

Normalmente, a larva leva em média 45 dias para se desenvolver, cair e virar outra mosca. No entanto, seu corpo é espinhado e capaz de aumentar 8 vezes de tamanho em apenas uma semana e continuar crescendo sem parar por cerca de 40 dias.

Por isso, é preciso ser retirada, pois ao se movimentar para abrir espaço para respirar, costuma causar muita dor, coceira e irritação devido ao processo inflamatório.

Estágios da Infestação da Berne

É muito fácil identificar a berne na pele, pois normalmente ela apresenta caroços altos e inflamados com um orifício e uma ponta esbranquiçada para fora (larva). A sua infestação se dá pelos seguintes estágios após o contato com a pele da pessoa ou animal:

  • Estágio L1 – a mosca veiculadora deposita sobre a vítima as larvas com cerca de 1,5 mm de comprimento, que rompem a casca dos ovos e se instalam na pele através de ganchos orais ou fileiras de espinhos no corpo, com os quais também se nutrem do tecido do hospedeiro e permitem a movimentação, causando a coceira e dor aguda;
  • Estágio L2 – as larvas passam por duas mudanças trocando uma espécie de pele;
  • Estágio L3 – as larvas permanecem no hospedeiro até chegar a mais ou menos 2cm de comprimento, caem e se enterram no chão. Em cerca de um mês, dependendo da temperatura e da umidade do ambiente, outra mosca berneira nasce, acasala novamente, põe ovos e, em seguida, morre entre 2 a 8 dias.

Quais os Principais Sinais e Sintomas da Berne?

Sintomas da Berne

A berne é muito fácil de ser identificada, uma vez que se pode visualizar o orifício inflamado na pele a olho nú. Normalmente, o diagnóstico da berne nos seres humanos é feito pelo dermatologista através de um exame clínico das feridas na pele.

Após identificado, é necessário iniciar imediatamente o Tratamento Contra Berne, para que não venha sofrer complicações mais tarde.

Os principais sintomas da berne surgem alguns dias após a infecção pela larva da mosca, como os seguintes abaixo:

  • Feridas na pele avermelhadas com orifício aberto;
  • Ligeiro inchaço ou erupção alta com uma ponta amarela para fora (pedaço do corpo da larva);
  • Líquido amarelado ou com sangue saindo da ferida;
  • Sensação de algo se mexendo debaixo da pele;
  • Dor ou coceira no local da ferida.

Tratamento Contra Berne

Geralmente, o Tratamento Contra Berne é simples e tanto em animais como nos seres humanos, o procedimento é o mesmo. O importante é que a remoção da larva seja feita com a ajuda de um profissional para evitar que a lesão infeccione e agrave o quadro, principalmente se a berne está localizada em um local sensível do corpo.

Normalmente, no caso dos animais, o tratamento contra berne é feito através de medicamentos tópicos (remédios, pomadas e sprays especiais) para fechar os orifícios e impedir a respiração das larvas.

Assim, sem poder respirar, as larvas morrem e os restos são naturalmente absorvidos e eliminados pelo organismo. No entanto, em alguns casos, é necessária a retirada das larvas mortas por um veterinário.

No caso do ser humano, a larva deve ser retirada viva e por inteiro para que nenhuma parte fique dentro da pele da pessoa e dificulte a sua remoção.

Pois, caso uma parte da larva ficar dentro da pela da pessoa, pode haver risco de desenvolvimento de quistos, abscessos e outras infecções mais graves, como a infecção cutânea com pus causada pelo stafilococus sp, um micro organismo que normalmente vive na pele do animal.

Depois de retirar a larva, o humano precisa tratar a lesão e tomar vacina antitetânica.

Por esta razão, nunca tente espremer as larvas em casa por conta própria, uma vez que a ferida pode se alastrar, a pele pode se romper ainda mais, ampliando a área de exposição da ferida para outros microrganismos agravando o quadro de infecção.

Tratamento Contra Berne: Remoção

Tratamento Contra Berne

Leia Também ↓↓: 

A remoção da larva durante o Tratamento Contra Berne é feita com o uso de uma pinça, quando a larva está em estágio avançado em que se pode ver parte do seu corpo para fora da pele, como um espigão amarelo. É comum usar sedativos ou anestesia local para evitar a dor no momento da extração da larva.

Leia Também ↓↓: 

Caso, haja apenas uma pequena erupção inchada no local, o tratamento contra berne é feito através do uso de remédios anti-parasitários, como a Ivermectina, usado para matar a larva.

Alguns casos mais graves, podem requerer uma pequena cirurgia através de uma pequena incisão na pele para alargar o orifício e permitir a retirada da larva.

Prevenção Contra Berne

Por se tratar de um inseto que vive escondido nas matas, a mosca berneira é relativamente difícil de combater. No entanto, a melhor prevenção ou maneira de evitar a proliferação de suas larvas é controlando a incidência de moscas e outros insetos veiculadores dos ovos. Assim, sem estes hospedeiros não haverá transmissão.

Outras medidas para evitar a presença das moscas e a infecção pelas larvas da mosca berneira, são:

  • Mantenha as áreas de convívio sempre limpas e livres de sujeira;
  • Limpe diariamente as fezes dos animais e evite acúmulo de lixo orgânico;
  • Feche as janelas e portas ao anoitecer;
  • Use telas de proteção em portas e janelas;
  • Evite restos de comida ou líquidos acumulando em casa;
  • Mantenha frutas e legumes expostos fora da geladeira cobertos e protegidos;
  • Mantenha a grama baixa e as plantas podadas, caso tenha jardim;
  • Use repelente de insetos, especialmente em áreas mais propícias;
  • Passe as roupa a ferro antes de vestir, especialmente depois de expostas na área externa da casa, pois os ovos da mosca podem grudar no tecido;
  • Faça um controle periódico de moscas Dermatobia Hominis (transmissora da berne), caso esteja em área rural ou bastante arborizada;
  • Certifique-se de que não há animais mortos (pássaros e ratos, por exemplo) pelo quintal;
  • Mantenha os seus animais devidamente tratados e vacinados, cachorros com coleira repelente de insetos, escovados e limpos.

Leia Também ↓↓: 
Kinax

CURTA A NOSSA PÁGINA:

Recomendados Para Você: