Sinais de Intolerância ao Glúten: A Maioria Não Sabe Disso

O glúten é uma espécie de proteína achada no trigo, na cevada e no centeio. Esse alimento pode gerar diversos sintomas inconvenientes. Por acaso, você conhece os Sinais de Intolerância ao Glúten?


Vale salientar que esse problema chega até a ser confundido com a doença celíaca, e os termos são frequentemente usados de forma equivalente.

Mesmo que a intolerância seja vista como uma reação de alergia ao glúten no sistema digestivo, a enfermidade é autoimune e acaba por gerar uma inflamação intestinal e danos em longo prazo para o intestino delgado.

Quer saber como evitar esse problema ou minimizar os seus efeitos? Basta acompanhar o nosso post a seguir!

6 Sinais de Intolerância ao Glúten que Você Nunca Desconfiou

Normalmente, o glúten é o gatilho comum, os sinais de intolerância ao glúten e os sintomas da doença celíaca são bem parecidos.

As pessoas intolerantes ao glúten sofrem de uma grande variedade de sintomas que surgem logo após comer uma refeição e desaparecem logo depois. Muitas vezes, os sinais podem se prolongar por dias e até se transformar em algo crônico.

Sinais de Intolerância ao Glúten

Por isso, é preciso ficar atento a esses sintomas.

  • Dores de cabeça recorrentes ou enxaqueca;
  • Problemas gastrointestinais;
  • Fadiga crônica ou extrema;
  • Mudanças emocionais;
  • Problemas de pele;
  • Doenças musculares relacionadas à fibromialgia e a dor;

É indispensável também saber que o glúten provoca inflamação no corpo, provocando dores. As pessoas que são sensíveis ao glúten também sofrem com dores articulares e musculares, inclusive o formigamento ou dormência nas mãos e pés.

Caso você tenha fibromialgia, procure eliminar o glúten de sua dieta para ver se sua condição melhora.

Como Saber se é Intolerância

Na presença desses sintomas, o ideal é fazer exames que confirmem o diagnóstico de intolerância, como exame de sangue, de fezes, de urina ou a biópsia intestinal.

Além disso, deve-se excluir da dieta todos os produtos que contenham essa proteína, como farinha, pão, biscoito e bolo, e observar se os sintomas desaparecem ou não.

Como Viver com Intolerância ao Glúten

Após o diagnóstico, deve-se retirar da dieta todos os alimentos que contenham essa proteína, como farinha de trigo, macarrão, pão, bolos e biscoitos.

É possível encontrar diversos produtos especiais que não contém essa proteína, como macarrão, pão, biscoitos e bolos feitos a partir de farinhas que são permitidas na dieta, como a farinha de arroz, de mandioca, de milho, o fubá, a fécula de batata, fécula de mandioca, polvilho doce e polvilho azedo.

Além disso, é importante observar no rótulo a lista de ingredientes para verificar a presença de trigo, cevada ou centeio na composição ou resíduos de glúten, como é o caso de produtos como salsicha, kibe, flocos de cereais, almôndegas e sopas enlatadas.

Gostou de conhecer esses Sinais de Intolerância ao Glúten? Então, aproveite para compartilhar esse material com os seus amigos e familiares nas redes sociais agora mesmo!


Leia Também ↓↓: 

Recomendados Para Você: