Óleo de Canola: Mocinho ou Vilão?

Canal Cura Verde

Rate this post

Você já deve ter escutado muitas coisas positivas sobre o Óleo de Canola e como ele possui propriedades benéficas para a nossa saúde.

O Óleo de Canola é realmente um óleo super saudável, repleto com gorduras boas que podem ajudar a diminuir as taxas de colesterol no organismo.

Porém, como quase tudo na vida é importante fazer um consumo consciente e equilibrado desse produto.

Afinal, sempre surgem novos estudos sobre sua qualidade nutricional e seus reflexos no nosso organismo, mostrando que as coisas nem sempre são o que parecem ser.

Nesse artigo revelaremos tudo o que você precisa saber sobre este popular Óleo de Canola, seus benefícios para a saúde e algumas opiniões contrárias que levantam dúvidas sobre a sua eficácia.

O Que é o Óleo de Canola?

Óleo de Canola

Antes de mais nada vamos tentar entender exatamente o que é  Óleo de Canola, tão presente nas cozinhas de milhões de brasileiros.

O Óleo de Canola na verdade é o resultado de um procedimento genético em laboratório, que tem como finalidade produzir sementes com baixo índice de ácidos nocivos para o organismo, a partir de uma planta chamada Colza.

A Colza é uma planta híbrida  que produz um ácido altamente tóxico capaz de causar sérios danos no nosso coração, chamado ácido erúcico.

Através de alguns processos genéticos, os cientistas conseguiram criar uma vertente da Colza com índices extremamente baixos de ácido erúcico, tornando o Óleo de Canola inofensivo para nosso organismo.

Ou seja, o Óleo de Canola que conhecemos e utilizamos nada mais é do que uma mutação genética produzida artificialmente em laboratório.

Graças a esses esforços hoje pode ser consumido com total segurança.

O óleo que também pode ser chamado de óleo do Canadá (Canadian oil) foi regulamentado nos EUA pela Food and Drug Administration (FDA).

Leia Também ↓↓: 

Alguns dos Benefícios do Óleo de Canola!

O Óleo de Canola ganhou muita popularidade por se acreditar em suas inúmeras vantagens para a nossa saúde.

Este óleo possui menor quantidade de gorduras saturadas e está totalmente livre das gorduras trans, o que faz ele ser muito mais recomendado do que os óleos de soja ou de milho.

Ele também é uma fonte rica de ácidos graxos como o ômega 3 e 6, que atuam no organismo reduzindo o colesterol ruim sem alterar os níveis de colesterol bom.

Para uma redução do colesterol ainda mais potencializada o Óleo de Canola pode ser consumido junto com algum suplemento de óleo de peixe.

No caso de idosos e pessoas com a saúde fragilizada é recomendável, mas o ideal são suplementos de ômega 3 à base de óleo de peixe puro.

Além da diminuição considerável no colesterol, estudos apontam as seguintes melhoras na saúde dos usuários do óleo:

Fonte de Energia

Graças às baixas taxas de colesterol e os alto índices de antioxidantes que ajudam no metabolismo do organismo, existe um grande aumento na produção de energia.

Leia Também ↓↓: 

Evita Doenças Cardíacas e Previne Contra a Diabetes

Benefícios do Óleo de Canola

Por ser um óleo muito rico em ácidos graxos como o ômega 3 e 6 que diminuem o colesterol do sangue e também aumentam a sensibilidade à insulina, controlando os níveis de glicose.

O Óleo de Canola acaba ajudando na manutenção sadia do coração, evitando complicações e doenças cardíacas.

Melhora a Saúde da Pele e Combate as Células Cancerígenas

O Óleo de Canola é extremamente rico em vitamina E que ajuda na formação do colágeno, e possui propriedades antioxidantes, hidratantes e cicatrizantes.

Seus benefícios para a pele são bastante variados e entre eles podemos citar:

E evita o envelhecimento precoce, melhora a rigidez da pele, aceleramento na recuperação de cicatrizes e queimaduras, diminuição de manchas na pele, hidrata a pele e lábios secos.

Alguns Pontos Negativos do Óleo de Canola

Como eu dissemos anteriormente o Óleo de Canola não é milagroso e deve ser consumido com moderação.

Existem ainda alguns estudos que apontam certos cuidados que devemos ter devido fatores nocivos do óleo.

O primeiro alerta está exatamente no processo químico que o óleo é submetido para sua criação.

Muitas pessoas acreditam que o procedimento industrial de prensagem, aquecimento além de ser adicionado uma série de produtos químicos e outros solventes é considerado prejudicial à saúde.

Outra coisa afetada no processo e na oxidação dos ácidos de gordura é que outros óleos são afetados ocasionando um aumento nos radicais livres do nosso organismo.

Isso resultaria em um efeito contrário do apontado até então, com aumento de doenças cardíacas, envelhecimento precoce, entre outras.

Existe uma maneira mais garantida de processar o Óleo de Canola de uma maneira mais saudável, mas esta forma acaba rendendo muito menos quantidade de óleo.

Esse aumento no custo de produção acaba encarecendo muito o produto final, porém existem algumas marcas no mercado, com um engajamento mais saudável que comercializam o Óleo de Canola feito sob essas restrições.


Leia Também ↓↓: 
Kinax

CURTA A NOSSA PÁGINA:

Recomendados Para Você: