Conheça a História da Disfunção Erétil e Veja a Evolução.

Kinax

A História da Disfunção Erétil é bem extensa, tendo mais de 200 anos. Atualmente, muitos homens que estão na faixa etária dos 50 aos 80 anos de idade sofrem de disfunção erétil, ou simplesmente impotência sexual. Muitas pessoas falam em doença, mas basicamente a impotência sexual é tratada como um problema que ocorre em decorrência de outras doenças, principalmente as de origem psíquica, como a depressão ou ansiedade, por exemplo.

Entre os anos de 1.500 e 1.600, era considerado crime sofrer de impotência sexual na França. Dessa forma, os casos que envolviam disfunção erétil iam parar no tribunal de Justiça. Com isso, juristas e advogados começaram a ter embasamentos teóricos para mais tarde considerar o divórcio legal.

Os Primeiros Casos de Disfunção Erétil no Brasil

Por volta de 1900, os casos relacionados à impotência sexual tomaram conta das rádios do Brasil. Já para curar a doença simpatias consideradas bem bizarras, como implante de glândula de cabra, ou então injeções com produtos químicos e altamente perigosos como o mercúrio, por exemplo. Hoje, isto seria inadmissível, mas na época acreditam no poder de cura desse tipo de produto.

Nos anos 1980, surgiram os primeiros tratamentos para disfunção erétil no Brasil, mas ainda eram bem precários. Para a época era algo muito importante. Um vasodilatador, que era importado da Inglaterra, prometia ereções com a aplicação de uma injeção diretamente no pênis, o que não era nada agradável, mas para ficar livre dessa situação constrangedora valia a pena.

História da Impotência Sexual

Leia Também ↓↓: 


Leia Também ↓↓: 

Recomendados Para Você: