Buchinha do Norte: Riscos, Benefícios e Como Tomar Corretamente!

Kinax

Muitas de vocês já ouviram falar da Buchinha do Norte, também conhecida como abobrinha do norte, cabacinha, buchinha paulista ou purga.

Ela é uma planta muito comum em todo o Brasil e é conhecida popularmente pelos seus valores medicinais, porém ao ser usada de maneira incorreta ou em excesso pode ser muito perigosa.

Por se tratar de uma planta altamente tóxica é muito importante buscar o máximo de informação que você puder antes de tentar manuseá-la.

Ao utilizar a Buchinha do Norte você deve tomar muito cuidado, procurando as formas corretas de tomar, respeitando as dosagens seguras da planta e principalmente observando qualquer sinal de efeitos colaterais.

Nesse artigo vamos ensinar um pouco mais sobre essa planta versátil, as formas corretas de preparar seu chá, em quais casos é aconselhável seu uso, efeitos colaterais e muitas outras informações importantes para fazer um uso seguro de suas propriedades. Boa leitura!

buchinha do norte

Características da Buchinha do Norte

A Buchinha do Norte (Luffa Operculata) é uma planta trepadeira nativa do Brasil e pode ser encontrada facilmente em todo o país.

É uma planta de caules angulosos, com folhas longo-pecioladas e flores amarelas. Seu fruto, que é a parte utilizada para fins medicinais, são arredondados e ásperos, se assemelham muito com a bucha vegetal, utilizada para higiene pessoal.

Propriedades Medicinais

Como falamos, se usada corretamente a Buchinha do Norte tem potentes propriedades medicinais que são poderosíssimas no combate e prevenção de uma série de doenças, principalmente respiratórias.

A Buchinha do Norte possui propriedades adstringente, anti-séptica, vermífugas, anti-herpética e expectorante.

Seu tratamento é muito utilizado em casos de rinite, sinusite, bronquite, asma, nariz congestionado e outros problemas respiratórios.

Porém a Buchinha do Norte não é só eficiente contra problemas respiratórios como muitos pensam, mas ela também pode auxiliar no tratamento de herpes, feridas, amenorreia, dores de cabeça, ascite e inflamações genito-urinárias e oftalmias.

Leia Também ↓↓: 

Formas Corretas de Tomar

Por se tratar de uma planta extremamente tóxica, é essencial saber como tomar corretamente, e sempre que puder buscar o acompanhamento de um profissional qualificado.

As dosagens, métodos de preparo e aplicação, são cruciais para cada tratamento, lembrando que são apenas usados os frutos da planta. Veja abaixo algumas formas de preparo:

Modo 1

Retire totalmente a casca da Buchinha do Norte e deixe um pedaço (aproximadamente 2 cm) dentro de uma medida de 1 litro de água e 1 colher de café de sal por 5 dias de molho.

Depois de muito bem coado, pingue de 1 a 2 gotas do líquido nas narinas sem assoar o nariz. Você também pode usar essa água para limpar ferimentos ou passar na herpes.

Modo 2

Retire totalmente a casca da Buchinha do Norte e divida ela em quatro partes iguais. Coloque uma das partes em um recipiente com meio litro de água potável fervente, e inale o vapor.


Leia Também ↓↓: 

Recomendados Para Você: